terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Antibiótico conjugal

Arte de Flávio Vasconcelos
Segundo minhas estatísticas, um casal é feito de encanto, expectativas, desejos e uma dose de uma substância sensivelmente inflamável e nociva ao amor (fruto do cultivo mútuo do mesmo... rs) .
Do encantamento imediato surgem as expectativas, que acompanhadas pelo desejo, transformam um par de qualquer coisa num emaranhado de beleza, brilho,  luzes, perfumes agradáveis, suavidade e frescor, ai...
A partir daí, prepare-se! Qualquer passo em falso ou deslize , certamente, resultará em conflito.
Lembra da substância inflamável? Não há conto de fadas no mundo que resista ao seu poder!.. rs
Costumo dizer que nas relações amorosas, os envolvidos se revelam seres extremamente sensíveis e falo isso em todos os aspectos possíveis.
Dependendo dos casos ,cada atitude ou resposta precisa ser minuciosamente estudada. De repente,  "Cala a boca!" vira "Podemos conversar depois, meu amor?"... rs
"Cala a boca!" serve bem entre irmãos e amigas inconvenientes. E se vier acompanhado por um sorriso, garante a boa relação de volta em 15 minutos!
Agora, experimente dizer isso para uma parceira com TPM enquanto vc assiste TV.
Na vida de um casal, tudo pode mudar a qualquer momento e o que era "fofo" vira um pesadelo melecado de tédio e coisas sem sentido....
Entre a profundidade do decote e o telefonema não dado, existe uma estrada a ser percorrida que passa pela raiva, ciúme, desconfiança, egoísmo, até brecar no ódio e então cair várias escalas. Ao chegar no poço da ignorância é hora de subir, afinal quem estará do lado de fora a te esperar  com um belo sorrisão se não  o bom e velho AMOR?! No final, o único antibiótico para tanta bobagem... rs
Acredito que qto menos se sabe sobre a criatura que te completa, mais brotam "substâncias inflamáveis". Elas são feitas de tudo de ruím existente entre pessoas que escolhem permear suas relações no amor, ou seja, completamente superáveis pela base que escolheram.
Eu diria que radical mesmo é quem se enfia nisso.

Trilha: uma qualquer da Rihanna no rádio.

4 comentários:

  1. sutil e intenso ao mesmo tempo este texto! Amei...

    ResponderExcluir
  2. Oi UUka! Tem a indicação de um selinho de qualidade para o seu blog no Na Manha do Gato. Passa lá pra pegar! Bjs, Silvia

    ResponderExcluir